O poder do marketing na transformação digital da sua empresa

Escrito por

Publicado em: 25 de julho de 2019 - Atualizado em: 31 de julho de 2019

Quando começou a história do marketing? Você sabe? Para falarmos sobre como o marketing age na transformação digital, é necessário primeiramente entender algumas mudanças que ele sofreu ao longo dos anos. Assim, estima-se que tudo começou com a revolução da prensa gráfica, por volta de 1450. O jornal surgiu e, dessa maneira, eles vendiam espaço para que empresas pudessem fazer divulgação de seus produtos e serviços em meio às notícias. Então, fica fácil analisar qual era o papel do marketing antigamente. Assim, a prática principal era uma divulgação mais agressiva. Desse modo, interrompendo as pessoas no que elas estavam fazendo para tentar vender um produto ou serviço. Dessa maneira, não havia uma preocupação real com as necessidades e sucesso dos clientes envolvidos. Por isso, como já sabemos, esse método foi ficando obsoleto e precisou ser readaptado.

Então, com o advento da tecnologia, automações e velocidade cada vez crescendo nas operações rotineiras, o marketing que hoje chamamos de outbound, foi deixando a clientela irritada e, assim, ficando obsoleto. No entanto, ele não sumiu, apenas precisou se readaptar às mudanças da era tecnológica. Adaptado, estudado e mensurado o novo marketing, que chamamos de Inbound, promete (e vai) ser um catalisador no processo da transformação digital. Mas que transformação digital é essa?

Marketing na transformação digital

A transformação digital

No meio corporativo, o termo “transformação digital” é uma das expressões mais utilizadas atualmente. A 4ª revolução industrial está batendo na nossa porta e muitas empresas ainda não sabem se adaptar em um mundo e um mercado com forte expressão digital. Assim, para qualquer pessoa bem informada atualmente, é possível ver que as tecnologias mudam o tempo todo. Além disso, as já existentes se modificam e surgem gadgets novos toda semana.

Assim, as empresas estão ainda muito acostumadas com o antigo modo de vender. Tendo dificuldade de integrar as diversas novas tecnologias aos seus processos. No entanto, a transformação digital ainda vai muito além disso, ela não é apenas a inovação. Afinal, não foram apenas os meios de comunicação que mudaram. As pessoas e seus comportamentos diante de produtos e marcas também. Assim, esse processo simboliza uma modificação expressiva dos paradigmas e, principalmente, da maneira de fazer negócios e se comunicar com os clientes.

Ao contrário do que muitos pensam, a transformação digital vai muito além dos novos códigos e estudos sobre comportamento de internautas e etc. Ela rompe as fronteiras das empresas e negócios e afeta nossas vidas como um todo. Por isso, é essencial que as empresas tenham consciência dessa nova realidade e passem a repensar seu método de vendas e relacionamento com clientes com base nisso. Provavelmente, a primeira coisa que você faz ao acordar é olhar o celular, as notificações. Do mesmo modo, as crianças hoje em dia têm contato com a tecnologia muito antes do que tínhamos antigamente.

O marketing na transformação digital

Primeiramente, antes de começarmos a de fato discursar sobre o papel ativo do marketing na transformação digital, precisamos pontuar alguns fatores importantes característicos desse processo. Então, vamos lá.

Sucesso do cliente

Antigamente, o método de vendas quase não tinha nenhuma relação com o desempenho do cliente. No entanto, hoje em dia, o sucesso da sua empresa provém do sucesso dos seus clientes. Com a transformação, agora a pessoa pode testar e entender mais sobre o produto ou serviço antes de fazer o investimento.

Maior poder de escolha

Atualmente, com todas as mudanças trazidas pela era tecnológica, o cliente tem um poder de escolha muito maior. A transformação digital concomitante com um modelo toyotista de produção transformou o mercado de forma a se adaptar para produzir sob demanda e com alto nível de personalização. Assim, foi possível combinar empoderamento com usabilidade.

Mudança de mindset

Como já é de se imaginar, o mindset de vendas mudou. Atualmente, vendemos mais a solução dos problemas do que apenas um produto ou serviço. Assim, isso agrega valor real para quem está comprando, a pessoa pensa nessa ação como um investimento e não como um gasto. E, claro, isso gera um retorno ótimo para a sua empresa. Afinal, quem paga satisfeito, paga sempre, não é mesmo?

Agilidade

Hoje em dia cada segundo vale muito mais do que valia antes. Mas o que isso significa? Quando se trata de presença digital, agilidade e velocidade são leis. Se você resolve começar a fazer um projeto para se posicionar melhor no Google, o seu concorrente provavelmente já está fazendo a mesma coisa. Assim, é necessário sempre se manter atualizado e se posicionar para encantar.

O papel ativo do marketing na transformação

Levando os pontos citados acima em consideração, é fácil perceber que o marketing assume um novo papel, conectando experiências a negócios. Dessa maneira, o marketing se posiciona na transformação digital de maneira a resolver os problemas de conexão entre marcas e pessoas de formas e em canais antes não explorados. Portanto, não é muito difícil entender que uma parte considerável dos projetos digitais tem origem em funções exercidas pelo marketing, como análise, experiência do usuário e mobilidade, por exemplo. Então, se torna essencial modificar sua estratégia de negócios para que ela seja direcionada a isso.

Antigamente, era um desafio medir o retorno real que o investimento no marketing trazia. No entanto, atualmente, com todas as formas de monitoramento do comportamento do usuário, ficou muito mais simples comprovar o ROI (Retorno sobre Investimento). Além disso, o novo mundo digital proporciona dados, rastros, sobre como o usuário age e como ele interage com suas ações. Por outro lado, o marketing físico não proporciona tais dados para análise. Assim, se você colocar um outdoor, por exemplo, você não saberá quantas pessoas viram, quantas se interessaram por ele. Mas um anúncio na internet, por exemplo, te fornece todos esses dados, otimizando sua estratégia.

Pense comigo, você pode fazer uma grande transformação digital dentro da sua empresa, otimizar seu tempo de produção, melhorar a qualidade do seu produto, automatizar processos, etc. No entanto, todo esse investimento será em vão se isso não agregar valor para o seu cliente. O novo mercado coloca o usuário como prioridade no sucesso da sua empresa, prática também chamada de Customer Experience (CX), e apenas uma boa estratégia de marketing centrada no usuário é capaz de construir essa ponte com maestria.

Exemplificando

Se você ainda não está convencido da essencialidade do marketing na transformação digital, vamos exemplificar. Para isso, vamos usar uma das principais estratégias do Inbound; o relacionamento por email. Primeiramente, você tem que saber que esse relacionamento consiste em criar um fluxo de automação e fazer um bom email marketing. Assim, existem diversas plataformas que conseguem fornecer diversas métricas em cima dos email enviados. As informações como; taxa de abertura, clique, descadastramento, bem como o motivo do descadastramento, te ajudam a ter uma análise se a estratégia usada está sendo efetiva ou não.

Com isso, sua empresa poderá adquirir inteligência competitiva e analisar de forma mensurável a interação das pessoas com as suas ações. Vai ficar de fora dessa?

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe. Tem alguma dúvida? Deixe para a gente nos comentários, será um prazer te atender!

Um cara tranquilo que gosta de códigos e estratégia. É empreendedor, co-fundador da Agência Assoweb. Trabalha com SEO, Marketing Digital, Front-end, Back-end e Design. Adora ler, escrever, jogar futebol e tomar café. Ama sua família e é músico nas horas vagas!