Notificações push: o que são e como se beneficiar

Escrito por

Publicado em: 10 de fevereiro de 2020 - Atualizado em: 27 de fevereiro de 2020

Você já deve ter se deparado com aquele pequeno convite que aparece ao entrar em alguns sites. Aqui mesmo, no blog da Assoweb, ele está presente:

Assoweb Push Notification

Quando acessamos determinado site, blog ou app, muitas vezes recebemos mensagens alertando sobre conteúdos novos, promoções ou novidades. Essas mensagens ou alertas são conhecidas por push notifications ou notificações push, e se tornam cada vez mais comuns no cotidiano do usuário.

O objetivo dessas mensagens é, sobretudo, propiciar a determinada empresa um relacionamento mais informal com o público que aceitou esse envolvimento. E, dessa forma, gerar cliques ou engajamento por parte do usuário. Assim, é importante salientar que, com a estratégia adequada, esse mecanismo tem o poder de atrair e converter leads para o seu negócio.

Então, se você deseja saber como gerar leads e envolver o público com o seu conteúdo com as notificações push, acompanhe abaixo! Aqui, vamos dar algumas explicações e dicas a respeito dessa ferramenta para que você aprenda a implementá-la na sua estratégia.

O que são notificações push?

Notificações push, como já explicamos previamente, são aquelas mensagens e alertas que recebemos de um determinado site, blog ou app, seja no seu celular ou desktop.

Resumidamente, são pequenos “pop-ups” que aparecem em nossa tela, contendo frases ou perguntas que, geralmente, visam a engajar o leitor. Um exemplo é quando você recebe mensagens de apps de comida em sua tela de bloqueio. Ou, ainda, os trend topics do Twitter.

Assim, sua versão web costuma enviar notificações na área de trabalho. Abaixo, um exemplo da ferramenta OneSignal para Mac e Windows:

Web Push Notification

Desse modo, você também pode incluir o uso dessa ferramenta para engajar o público voltado ao seu negócio, seja para atrair vendas ou passar adiante conteúdos relevantes.

Entretanto, melhorar a estratégia digital com as notificações push pode ser uma tarefa desafiadora. Ainda mais se for adotada de maneira desenfreada e inconsequente, podendo afetar negativamente a sua busca e nutrição de leads.

Mas não se preocupe; nesse post, vamos dar algumas dicas para você, que deseja implementar as push notifications no seu site ou blog.

Quais as vantagens para o meu negócio?

São diversos os benefícios que as push notifications podem oferecer ao seu negócio e a um maior engajamento com o seu público. Assim, ao personalizar as suas mensagens com temas relacionados à sua estratégia digital, você pode:

Aumentar tráfego para o site

O tráfego é uma das maiores vantagens para o seu negócio ao fazer uso das notificações push. Além de atrair pessoas que consumam o seu conteúdo, há a nutrição dos leads e o envolvimento dos usuários com o seu serviço.

Entretanto, é necessário que você possua algum tráfego antes de começar o envio das push notifications, uma vez que os usuários precisam acessar o seu site para ter acesso a elas. Assim, é possível captar cada vez mais inscritos para a sua base e até mesmo promover ofertas relâmpago para serviços pagos, entre outras ações. Você também pode utilizar a ferramenta para divulgar materiais ricos, o que pode ser muito benéfico para a sua empresa.

Aumentar a abertura das mensagens

As push notifications, por serem mais práticas e diretas que o e-mail, aumentam as chances de abertura por parte dos usuários. Afinal, após um tempo, os e-mails podem se tornar um pouco obsoletos e desconfortáveis, visto que são enviados com mais frequência.

Por isso, investir nesse módulo de envio pode deixar a comunicação entre sua empresa e seus leads mais diversificada, aumentando ainda mais as suas chances de conversões a longo prazo.

Melhorar as vendas no e-commerce

Muitas vezes, canais como e-mail e redes sociais são responsáveis por entregar novidades como novos produtos, cupons de desconto, além de outras promoções e conteúdos. Porém, diversificar a comunicação é sempre importante e as push notifications ajudam muito nesse ponto.

Então, se você possui um e-commerce, não deixe de testar essa ferramenta na sua loja!

Principais ferramentas de Notificação de Push

PushCrew

O PushCrew, tal como outras plataformas que oferecem esse serviço, é uma ferramenta que possui direcionamentos bem interessantes para a sua estratégia.

Existem vários planos pagos, porém há gratuidade para pacotes de até 500 inscritos. O que, para esse serviço de envio de mensagens, já é um número relativamente alto se você deseja nutrir leads com as notificações push. Aqui, as push notifications são enviadas apenas se o usuário pedir, o que possibilita um relacionamento de troca saudável e desejável. Também é possível cancelar o recebimento das mensagens, caso em algum momento isso estiver causando incômodo ao usuário.

Veja abaixo alguns insights do PushCrew com dados a respeito das push notifications:

  • 53,1% do público prefere notificações com imagens grandes;
  • A maioria acredita em notificações mais personalizadas e com menos frequência;
  • 50,42% das pessoas veem vantagem no fato de o usuário poder escolher que sejam enviadas;
  • 74% acreditam que mais de 5 notificações por dia é muito.

Como enviar notificações push utilizando o Push Crew?

Antes de mais nada, é necessário entender que o envio de notificações push é diferente do de e-mails. Sendo caracterizadas por mensagens e avisos curtos, elas representam uma forma de comunicação menos extensa e completa, além de mais informal. Isso se explica no fato de que esse tipo de notificação é composta primordialmente por mensagens de no máximo 100 caracteres, contendo títulos de até 48.

Agora, você deve estar se perguntando: se não tenho um aplicativo, como posso enviar as push notifications?

Apesar de ser mais comum o envio por um app, existe uma maneira muito simples de enviar essas mensagens pelo seu website. Então, veja abaixo 3 passos para seguir antes de enviar as notificações:

1) Configure a plataforma:

As notificações push são feitas, basicamente, pela programação de linhas de código inseridas no <header> do seu site ou plugin. Para isso, a criação de listas de contatos personalizadas é essencial, sendo estas compostas por números e letras (cookies do navegador).

Nessa perspectiva, é necessário conhecer relativamente bem o Java Script e HTML para implementar o push no seu sistema, então recomendamos que isso seja orientado pelo desenvolvedor da sua empresa. Vale lembrar, ademais, que é possível importar e exportar contatos para a sua lista, o que facilita a configuração dessas ferramentas.

2)  Insira o opt-in no seu website:

O opt-in é um código gerado pela plataforma, que deve perguntar ao usuário se ele de fato deseja receber as mensagens. Com o opt-in da ferramenta, é disponibilizada uma landing page com domínio HTTPS, usada para registrar cada conversão. Entretanto, se o seu site já possui esse protocolo, é possível utilizar o opt-in nativo do navegador.

Embora as plataformas ofereçam modelos prontos para envio, o ideal é que você elabore mensagens personalizadas, que demonstrem o conhecimento e a preocupação acerca da necessidade de cada cliente.

OneSignal

O OneSignal é outra plataforma que possibilita o envio das notificações push. Nele, você consegue enviar push notifications gratuitamente para até 30.000 inscritos. Inclusive, é o que utilizamos em nosso Blog!

É uma ótima ferramenta, e o primeiro passo é fazer a criação da sua conta, nesse link. Então, preencha os dados e finalize o cadastro gratuito. Provavelmente, um e-mail de confirmação será enviado para você. Acesse seu e-mail para clicar no link e confirmar sua conta.

Para sites que utilizam WordPress, montamos um guia simplificado para instalação. Entretanto, caso este não seja o seu caso, sugiro que peça a um programador ou cheque a documentação oficial para continuar a instalação. Existem algumas formas de implementação e você pode escolher a que mais faz sentido.

Notificações push no WordPress com o OneSignal

A instalação é simples e bem rápida! O próprio OneSignal disponibiliza um vídeo ensinando a instalar. O vídeo está em inglês, mas como é um guia, você pode acompanhar somente a imagem, se preferir.

Vídeo sobre a configuração em HTTPS:

ARVE Error: src mismatch
url: https://www.youtube.com/watch?time_continue=38&v=BeTZ2KgytC0&feature=emb_logo
src in: https://www.youtube.com/embed/BeTZ2KgytC0?start=38&feature=oembed
src gen: https://www.youtube.com/embed/BeTZ2KgytC0?feature=oembed



Vídeo para sites sem HTTPS:

ARVE Error: src mismatch
url: https://www.youtube.com/watch?time_continue=38&v=BeTZ2KgytC0&feature=emb_logo
src in: https://www.youtube.com/embed/BeTZ2KgytC0?start=38&feature=oembed
src gen: https://www.youtube.com/embed/BeTZ2KgytC0?feature=oembed



1. Crie um novo aplicativo

Configuração OneSignal passo 1

2. Selecione a plataforma Web Push

Configuração OneSignal passo 2

3. Na escolha da integração, selecione a 2ª opção e escolha o WordPress como plataforma, como mostra a imagem.

Configuração OneSignal passo 3

4. Insira os dados do seu website

  1. Defina a URL que estará indicada quando você enviar as notificações push (normalmente, é escolhida a URL base do seu site).
  2. Possibilite a reinscrição automática (recomendado): recurso destinado apenas a sites com protocolo HTTPS; permite que os usuários se inscrevam automaticamente ao retornar ao site, sem serem avisados ​​se limparem o cache do navegador.
  3. Defina um ícone para notificação padrão: envie um link com o ícone de sua preferência (o tamanho recomendado é 192×192 pixels). A imagem deve ser .png, .jpg ou .gif.

O Web Push funciona melhor em sites que oferecem suporte total ao HTTPS. Dessa forma, se o seu site usa o CMS WordPress, mas está hospedado em um provedor de hospedagem que não oferece certificado SSL gratuito, você precisa se certificar disso. (Confira nosso post sobre o HTTPS para saber mais).

Se esse não for o caso, você deve selecionar “Meu site não é totalmente HTTPS”.

Configuração OneSignal passo 4

5. Desse modo, você receberá os dados de API para conectar sua conta com o WordPress.

Configurando o Web Push

6. Feito isto, o caminho está quase completo! Assim, o próximo passo é acessar o WordPress e instalar o Plugin do OneSignal.

Instalando o Plugin OneSignal

7. Caso você prefira baixar diretamente o plugin pelo diretório do WordPress e instalar manualmente, acesse este link.

Instalar Plugin OneSignal Manualmente

Por fim:

8. Após instalar o plugin, utilize o menu lateral OneSignal Push e clique em Configuration. Dessa forma, lá você deverá escolher se seu site possui ou não HTTPS e inserir os dados de API que você gerou no passo 5.

Configurando o Plugin OneSignal

9. A partir daí, você deverá configurar as opções de exibição  que estarão na mesma tela, logo na seção abaixo. Feito isso, é só salvar e testar!

10. Dica extra: caso tenha um plugin de cache ou CDN, não se esqueça de limpar os caches após a instalação.

Caso você queira opções avançadas, o OneSignal possui uma documentação exclusiva para WordPress com diversas opções de personalização. Para acessá-la, clique aqui.

Boas práticas de notificações push!

A fim de alcançar o crescimento desejado com as notificações push, é preciso pôr em prática alguns hábitos para que haja o resultado esperado. Logo, alguns erros podem colocar em xeque todo o seu planejamento, caso fatores não sejam levados em consideração. A frequência dos envios, por exemplo, é um deles.

Então, confira alguns dos erros e corrija sua estratégia agora mesmo:

Cuidado com a frequência

A frequência é um dos primeiros passos a serem levados em conta para a sua estratégia de envio das push notifications. Assim como nas newsletters e e-mails promocionais, é extremamente incômodo receber várias notificações da mesma empresa diversas vezes ao dia (como já informamos nos dados fornecidos pela PushCrew). Logo, evite mandar muitas mensagens genéricas de forma redundante: priorize as personalizadas e focadas na experiência do usuário.

Entenda o seu público-alvo e o seu objetivo

A princípio, conhecer quem te segue é não apenas essencial, mas obrigatório, se você quer de fato crescer com uma estratégia digital. Definir a sua persona é imprescindível para que haja sincronia na hora de elaborar o conteúdo da mensagem e se ele atingirá o usuário da maneira desejada (confira aqui nosso outro conteúdo e entenda como funciona a persona para a sua estratégia). Assim, é possível fazer um “corte” nos seus usuários e definir as segmentações adequadas.

De que adianta um conteúdo X extremamente elaborado se o seu lead espera Y? Por isso, o objetivo também deve estar bem articulado a cada envio que você planejar. Conversão, tráfego, awareness? Quaisquer sejam os objetivos, limite-se a desenvolver estratégias que atendam àquele momento.

Atente-se ao horário

Estude os horários que mais dão engajamento e se encaixam na vida de seus usuários. Um dado importante levantado pelo PushCrew é que as pessoas não gostam de receber notificações em qualquer hora do dia. Então, na dúvida, priorize o horário comercial. Dessa maneira, não haverá incômodos que gerem descadastros e inconveniências ao seu público.

Mensure a estratégia

Assim como tudo dentro da sua estratégia de marketing, mensurar a estratégia utilizada e os resultados obtidos é fundamental. De nada adianta adotar certo comportamento se as taxas de crescimento não são observadas e impulsionadas.

Então, comece a perceber se as métricas e taxas de cliques estão sendo impactadas positivamente. Dessa maneira, será bem mais viável a melhoria ou a reformulação das suas abordagens, promovendo uma experiência mais agradável e efetiva dentro do universo das notificações push.

Agora que você já conhece as notificações push, como gerar leads e otimizar a sua estratégia digital com essa prática, é hora de planejar!

Assim, não se esqueça de, antes de definir a sua estratégia, organizar as suas ideias e focar na sua persona e suas necessidades.

Bom proveito; esperamos que você adquira bastante conhecimento e sucesso com as nossas dicas. Ainda restou alguma dúvida? Então, fale com a gente aqui nos comentários!

Um cara tranquilo que gosta de códigos e estratégia. É empreendedor, co-fundador da Agência Assoweb. Trabalha com SEO, Marketing Digital, Front-end, Back-end e Design. Adora ler, escrever, jogar futebol e tomar café. Ama sua família e é músico nas horas vagas!

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Assoweb a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.